Banco é condenado a pagar R$ 50 milhões por condutas antissindicais

0
23

Em ação movida pela Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, o Santander foi condenado em R$ 50 milhões por demissões durante a pandemia; por ataques aos participantes dos planos Cabesp e Banesprev; e perseguição aos dirigentes sindicais. A decisão é considerada inédita na história da Justiça do Trabalho de São Paulo.

Leia mais em Santander condenado em R$ 50 milhões por demissões e condutas antissindicais