Federação dos Trabalhadores da Construção realiza campanha contra Covid-19

SINDCONGRU aderiu à campanha e já iniciou suas ações

0
79

A Federação Solidária dos Trabalhadores da Indústria da Construção, do Mobiliário e da Madeira da CUT/SP (FSMC) deu início a uma campanha com objetivo de ampliar informações e ações de prevenção contra a Covid-19 nos locais de trabalho. A Campanha é fruto de uma parceria com a Federação Internacional dos Trabalhadores da Construção e Madeira (ICM) que comanda uma campanha global junto às entidades filiadas.

Com o slogan Proteja os Trabalhadores: Pare o Covid-19 – Vida Antes do Lucro, a campanha é composta por um folder que será distribuído nas obras e plantas fixas nas regiões de Bauru, Botucatu, Campinas, Guarulhos e Mogi das Cruzes, além de peças de visibilidade institucional como banner, camisetas, máscaras e praguinhas. “O material aborda os principais problemas vivenciados nos locais de trabalho e busca conscientizar empresas e trabalhadores sobre o uso de EPI’s e iniciativas que visam a prevenção nos locais de trabalho e fora deles”, conta Aloísio Costa, secretário de comunicação da FSCM.

Ação sindical

No Estado de São Paulo, as atividades na construção civil não sofreram paralisações implementadas pelo governo estadual. Com isso, a ação sindical se tornou o único instrumento de fiscalização e reivindicação de medidas protetivas contra o contágio nos locais de trabalho.

Para o presidente afastado da FSCM, Josemar Bernardes, a campanha é fundamental para ampliar o diálogo com a categoria sobre o quão grave é essa pandemia. “Ao mesmo tempo que reivindicamos das empresas medidas protetivas contra o contágio nos locais de trabalho, alertamos os trabalhadores sobre a importância do uso de máscara, distanciamento entre as pessoas, cuidado redobrado com a higiene das mãos e outras ações individuais que fazem a diferença no combate à pandemia”, explica.

 América Latina

Em toda a região, a ICM desenvolve ações em parceria com as entidades filiadas de cada país visando a proteção ao emprego e a renda dos trabalhadores e trabalhadoras, assim como a implementação de medidas protetivas e garantias sociais para a superação da crise frente à pandemia do novo coronavírus.

O Brasil configura entre os países com maior número de contágio e suas políticas de prevenção e proteção social são consideradas frágeis pelas entidades sindicais internas e externas. Já a Argentina, segundo boletim publicado pela ICM, adotou medidas eficazes tanto para a contenção do vírus, quanto para as garantias sociais necessárias para enfrentar a restrição produtiva.

Campanha virtual

Além das panfletagens e diálogos presenciais com os trabalhadores, a Campanha acontecerá também nas redes sociais das entidades filiadas à FSCM/CUT. “A ideia é ampliar o alcance dos conteúdos da campanha, utilizando as redes sociais dos sindicatos para dar maior visibilidade ao tema junto à sociedade”, afirma Aloísio.

SINDCONGRU

Em Guarulhos, o SINDCONGRU, sindicato regional do setor da construção civil, também fez a sua parte e em sua primeira ação para a campanha, teve parte de sua direção mobilizada em assembleia no canteiro de obras da construtora Norpal Engenharia.

Durante assembleia, além da campanha de conscientização contra o Covid-19 realizada com a categoria, também foi realizada a sindicalização de novos trabalhadores.

“Desde o início da pandemia, o SINDCONGRU vem atuando nas bases com mais ênfase e energia, entendemos que precisamos atuar para assegurar não apenas os direitos trabalhistas de nossas sócias e sócios, mas principalmente precisamos lutar para garantir a saúde e bem-estar de nossa categoria, principalmente neste momento tão delicado” ressalta Marcelo Ferreira, Presidente do SINDCONGRU.

Confira a seguir, fotos de nossas primeiras ações: