Palavra do Presidente

0
99

Sindcongru e ampliação de medidas contra o coronavírus

A grave situação de descontrole da Pandemia no País já provocou milhares mortes. E é sabido de todos que os mais atingidos pela catástrofe da covid-19 tem sido a classe trabalhadora. O governo Bolsonaro comanda um Ministério da Saúde que não tem estratégia para combater a doença, nitidamente, tem uma postura negacionista: não acredita na ciência, não investiu em vacinas, e não se comove com as mortes de milhares de brasileiros.

A nossa luta é pela vida. Então, desde o surgimento da covid-19, o Sinscongru tem se orientado pelos especialistas em saúde, médicos, cientistas que monitoram a evolução da doença. O sindicato tem obedecido às estratégias de proteção sanitárias para evitar o contágio do coronavírus.

Atentos às novas recomendações do Centro de Contingência do Coronavírus para evitar colapso no sistema de saúde, vamos ampliar as medidas de proteção, mantendo entre nós funcionários e diretores, que desempenhamos funções dentro do sindicato, o distanciamento e o uso correto das máscaras. Porém, também, vamos suspender o atendimento presencial na nossa sede do dia 15 a 30 de março e fazê-lo apenas de maneira remota, já que não nos enquadramos como serviço essencial.

A guerra é contra um inimigo invisível, mas tem parceiros bem visíveis no comando do País, então, é importante que nós trabalhadores, você companheiro e companheira, nos preocupemos com às medidas de proteção da sua vida contra vírus, usando máscaras sempre durante o trabalho ou ao sair de casa, evitemos aglomerações, e quem puder fique em casa.

Marcelo Ferreira dos Santos
Presidente